Conteúdo - Distrito de Aveiro - Evolução do Grupo Etário dos 65 e mais Anos


Em 1900 havia no distrito de Aveiro uma média de 6,9 idosos com 65 e mais anos por 100 habitantes.

Os concelhos com a percentagem mais baixa eram Espinho (Portugal) (3,3%), Ílhavo (5,5%) e Castelo de Paiva (5,6%). Com as percentagens mais altas surgiam Oliveira do Bairro (7,9%), Águeda (7,9%) e Anadia (Portugal9 (7,6%).

Em 1960 a média passou para 7,9 idosos por 100 habitantes.

São João da Madeira registava a percentagem mais baixa (4,5%), seguindo-se Santa Maria da Feira (6,0%) e Espinho (Portugal9 (6,4%). As percentagens mais elevada registavam-se na Murtosa (11,8%), Estarreja (10,1%) e Vale de Cambra (9,4%).

Em 2011 a situação tinha-se alterado significativamente. A média tinha subido para 17,9 idosos por 100 habitantes (valor ainda assim inferior à média nacional de 19,0%).

[Santa Maria da Feira]] surgia como o concelho com a taxa mais baixa (14,8%), seguido de Castelo de Paiva (15,5%) e Ovar (15,9%). Com os valores mais elevados apareciam os concelho de Anadia (Portugal) (23,7%), Sever do Vouga (23,3%) e Murtosa (22,6%).

Esta subida percentual é justificada pelo maior número de habitantes deste grupo etário e pela significativa redução da população com idade inferior aos 24 anos.


(I) Entre 1900 e 1960, e no que respeita ao número de habitantes desta faixa etária verifica-se que o distrito tinha passado de 20 928 hb. para 41 335 hb., ou seja, um acréscimo de +97,5%.

Os maiores aumentos verificavam-se em Santa Maria da Feira +2 294 hb., Oliveira de Azeméis +1 827 hb. e Aveiro +1 747 hb. Em termos percentuais realce para o concelho de Espinho (Portugal), com um crescimento de +1 068,3% .

(II) Entre 1960 e 2011 o crescimento populacional desta faixa etária torna-se ainda mais significativo, tendo o número de idosos passado de 41 335 para 127 712, ou seja, +209,0%.

Os maiores aumento verificava-se nos concelhos de Santa Maria da Feira, (+ 15 655 hb.), Aveiro (+9 742 hb) e Oliveira de Azeméis (+8 674 hb). Em termos percentuais o realce vai para o concelho de São João da Madeira, com um acréscimo de +568,2%%.