terça-feira, 1 de maio de 2018

Conteúdo - Distrito de Aveiro - Evolução do Grupo Etário dos 0 aos 14 Anos


Em 1900 havia no distrito de Aveiro uma média de cerca de 35 crianças com menos de 14 anos por 100 habitantes.

Os concelhos com a taxa mais elevada eram Espinho (Portugal) (38,9%), Ílhavo (37,4%) e Santa Maria da Feira (37,1%). Com as taxas mais baixas surgiam a Mealhada (31,7%), Aveiro (31,9%) e Águeda (32,8%).

Em 1960 a média mantinha-se ainda elevada, com cerca de 33 crianças por 100 habitantes.

Espinho (Portugal) mantinha a taxa mais elevada (39,7%), seguindo-se São João da Madeira (37,7%) e Aveiro (35,8%). As percentagens mais baixas registavam-se na Murtosa (28,0%), Ovar (28,6%) e Arouca (29,2%).

Em 2011 a situação tinha-se alterado significativamente. A média tinha baixado para 15 crianças por 100 habitantes (valor muito aproximado dos 14,9% média nacional).

Castelo de Paiva surgia como o concelho com a taxa mais elevada (16,2%), seguido de Santa Maria da Feira (15,8%) e Oliveira do Bairro (15,8%). Com os valores mais baixos apareciam os concelho de Vale de Cambra (12,7%), Espinho (Portugal) (12,7%) e Anadia (Portugal) (12,8%).


Há uma nítida distinção quando se compara a evolução verificada no período de 1900 e 1960 (I) com a registada entre 1960 e 2011 (II).

(I) Durante o primeiro período verifica-se um acréscimo de cerca de 63,6% no que respeita ao número de habitantes desta faixa etária, com registos positivos em todos os recenseamentos, excepto o de 1920 que apresenta um decréscimo de 2.676 habitantes. Isto é devido, por um lado, às dificuldades económicas resultantes da 1ª Grande Guerra e, por outro, à peste pneumónica que atingiu principalmente as crianças de mais tenra idade e os mais idosos. Dos 17 concelhos deste distrito, 11 registam menos habitantes, sendo Estarreja um dos mais afectados, com uma diferença de -1.225 crianças. Apesar disso em 1960 os concelhos do distrito de Aveiro registavam +67 215 crianças do que em 1900, com Oliveira de Azeméis a registar +15 831 hb. (+148,2%), Santa Maria da Feira com +14 693 (+87,5%) e Espinho (Portugal) com +6 464 hb. (+434.1%). Apenas Estarreja registava um saldo negativo de -214 hb. (1,9%).

(II) Esta tendência de crescimento inverte-se no período de 1960 a 2011, com os concelhos do distrito de Aveiro a registarem -67 644 crianças com idades inferiores a 14 anos (-39,1%). Este decréscimo atinge todos os concelhos, com Santa Maria da Feira a registar -9 450 hb., Arouca -5 988 hb. e Oliveira de Azeméis -5 910 hb. Em termos percentuais os valores mais elevados verificaram-se em Castelo de Paiva, Arouca e Sever do Vouga, que registavam em 2011 um decréscimo superior a 60% relativamente ao número de crianças recenseadas em 1960.

Curiosamente, e apesar do crescimento verificado no total da população em praticamente todos os concelhos, o número de crianças com menos de 14 anos recenseadas em 2011 mantém-se igual às registadas em 1864 (105 712 / 105 283).
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...