segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Estações Meteorológicas Clássicas


Parques Meteorológicos
Apresenta-se uma descrição resumida dos principais equipamentos e sistemas meteorológicos instalados no Centro de Coordenação de Évora para a execução dos programas de observação para fins sinóticos e climatológicos.
O parque meteorológico é o recinto onde são instalados e permanecem em funcionamento todos os equipamentos de uma estação meteorológica. A escolha do local obedece a critérios técnicos, estabelecidos a nível mundial, que correspondem à existência de condições adequadas para a utilização dos equipamentos e em particular de condições para uma boa exposição dos sensores meteorológicos e da garantia da continuação das mesmas.

- Abrigo Meteorológico
- Termo-Higrógrafo
- Termómetros de Profundidade
- Termómetro de Temperatura Máxima e Mínima do Ar
- Termómetro de Temperatura Mínima da Relva
- Evaporímetro de Piche

Observação da Precipitação
O objetivo da medição de precipitação é obter o máximo de informação possível sobre a quantidade de precipitação caída num dado intervalo de tempo. É também necessário determinar a sua distribuição no tempo e no espaço.
A quantidade de precipitação que atinge o solo num dado intervalo de tempo exprime-se pela altura que atingiria numa superfície horizontal, à superfície do Globo sob condição de não haver perdas nem por infiltração, nem por evaporação, nem por escoamento. Além disso, a precipitação caída sob a forma de neve ou gelo é tratada como se estivesse fundida, e portanto, no estado liquido.
O principal objetivo de qualquer método de medição da precipitação é obter uma amostra verdadeiramente representativa da precipitação caída sobre a região a que se refere a medição.

A quantidade de precipitação é medida em milímetros.
- Udómetro
- Heliógrafo
- Udográfo
- Anemómetro e Catavento
- Evaporímetro (TINA Classe A)
- Pressão Atmosférica
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...